Mentes e Máquinas

0?e=1551312000&v=beta&t=sa7FAm38IvysEG6S

 

Se pararmos um minuto verificaremos que sempre que a civilização vivencia revoluções disruptivas o mundo inteiro, simultaneamente, vivencia transformações profundas. 

Todas as revoluções globais são um marco de transição na história da humanidade.

         "Megatendências são as grandes transformações que revolucionam o cenário global de negócios e a própria sociedade"

 

 

A quarta revolução industrial, trás características tecnológicas e de comportamentos que funcionam interdependentes entre o mundo físico e o digital.

Mundo Físico e o Digital

Vivenciaremos, como sempre aconteceu impactos na maneira como vivemos, segundo a velha e repetitiva seleção das espécies de Darwin onde sobrevivem os mais adaptáveis e não os mais fortes. 

Adaptar também é um ato de inteligência

Será mais sábio derrubar as verdades absolutas do que sempre acreditamos e nos questionar como poderemos fazer melhor e diferente. Irmos além do processo de adaptação, sendo também fortes?

Muitas indagações

Haverá chances para a humanidade viver o estranhamento que nos presenteia com a  nossa subjetividade ou tudo será objetivo e perfeito dentro de novas concepções ?

Continuaremos a ter a livre escolha. Poderemos escolher como agir ?

 Fato é que àqueles que estão sempre se preparando para a inovação e trazem em seu DNA empresarial o registro da mudança, terão reais chances de sobrevivência e êxito em novos moldes.

Impossível prever, bem como também é impossível ficar estagnado mediante às transformações que já se fazem presente e que estarão continuamente trazendo o NOVO.

O que é preciso fazer é viver cada uma delas, se possível , antecipando-se ao que virá. Já podemos ler os traços do FUTURO.

Outras grandes revoluções globais virão

Através do que já conhecemos da Revolução Digital, em seus desdobramentos e dimensões, VOCÊ poderá apreciar em lentes futuristas do ano de 2018 a 2022. Trarei para VOCÊ 5 anos à frente do nosso tempo.

 

2018

A I.A. com emoção se incorporará em interfaces de conversa. Será socialmente aceitável gritar com Alexa ou Siri, por exemplo, e ela responderá algo como: Por favor, não grite assim. Está ferindo meus sentimentos!

Drones e equipamentos de realidade virtual muito mais acessíveis e comuns no dia a dia. Robôs inteligentes já automatizam diversas tarefas manuais e começam a extinguir diversos empregos.